às 14:53:00

Aluna do curso de Direito do UNIPTAN é aprovada no Mestrado da UFMG.

A aluna do 10º período do curso de Direito do UNIPTAN, Yara Garcia Reis, foi aprovada nas etapas do processo seletivo para o Mestrado de Direito da UFMG, Universidade Federal de Minas Gerais.

Yara sempre se envolveu com a área de pesquisa na instituição, tendo publicado diversos artigos, pôsteres e resumos nos últimos anos e em especial em 2020, quando participou de vários congressos e auxiliou os alunos do Projeto Integrador I e II para publicação de trabalhos. Atualmente participa do grupo de pesquisa DHEESES junto ao UNIPTAN desde o meio do curso.

Em 02 de outubro de 2020, o processo do mestrado começou com a aprovação da análise preliminar do projeto, e em seguida, a aluna seguiu para a prova oral onde foram realizadas perguntas de conhecimento especifico dos temas em estudo, como constituição econômica e afins. Yara foi a única das concorrentes a ser aprovada na referida prova.

Na fase final houve a defesa do projeto, onde, perante uma banca de professores doutores da UFMG, a aluna teve de justificar, defender e explicar o seu projeto de pesquisa; a pretensão dos resultados; como e quais metodologias seriam adotadas e sobretudo, a justificativa do tema e pesquisa.

Assim, no dia 02 de dezembro, exatamente após dois meses da aprovação na primeira fase, saiu o resultado da aprovação. Yara foi aprovada em todas as fases do processo seletivo para o mestrado, tendo conseguido abrir as portas para sua pesquisa e seu trabalho.

Para Yara Garcia, o empenho de professores e da coordenação do curso de Direito do UNIPTAN foi de fundamental importância para a conquista. " Eu quero muito agradecer ao UNIPTAN,aos professores e em especial, na figura do coordenador do curso de Direito Leandro Ramalho, que foi de extrema importância para que eu alcançasse esse resultado. Eles foram fundamentais para que eu conseguisse a aprovação".

O UNIPTAN parabeniza a aluna Yara Garcia Reis pela aprovação e deseja muito sucesso no novo projeto que se inicia!


Fonte: