às 14:16:00

Alunos do 7º período de Engenharia Civil do UNIPTAN, desenvolvem Programa de Gestão de Resíduos na Construção Civil para São João del-Rei e região.

Alunos do 7º período de Engenharia Civil do UNIPTAN desenvolveram um Programa de Redução, Reutilização e Reciclagem dos Resíduos na Construção Civil (P3R’s) durante o 1º semestre de 2020, na disciplina Projeto Interdisciplinar, sob coordenação do Professor Edgard Mattos.

O trabalho foi desenvolvido através de encontros semanais via plataforma Zoom e, portanto, todo o projeto foi desenvolvido respeitando os protocolos de isolamento social, permanecendo cada aluno em sua base. Os alunos foram divididos em grupos, nos quais cada um ficou responsável pelo levantamento de informações e elaboração dos textos e ações.

O programa P3R’s surgiu com o objetivo de apoiar empresas e investidores do setor da construção civil no município de São João del-Rei e região em ações sustentáveis no que tange os Resíduos de Construção e Demolição (RCD), visando criar uma cultura socioeconômica e ambiental nas empresas e demais geradores.

Por meio de apresentações, reuniões, orientações e acompanhamento das boas práticas, os alunos tem objetivo de fomentar ações sustentáveis junto aos órgãos públicos, sociedade civil organizada, pequenos geradores e empresas do setor.Os alunos envolvidos no projeto acreditam que a disseminação do P3R’s pode gerar resultados positivos de curto, médio e longo prazo nas áreas sociais, ambientais e econômicas da região.

Para a aluna Marina Ramalho, que integrou a equipe do programa, o trabalho busca dar o primeiro passo de muitos no desenvolvimento sustentável da construção civil em São João del-Rei e região, "Tivemos a grande oportunidade de podermos, junto com o Professor Edgard Mattos, realizar este trabalho e tornar concreto o P3R’s, um projeto prodigioso que apresenta ferramentas de gestão e boas práticas para Redução, Reutilização e Reciclagem do Resíduo de Construção e Demolição, visando a criação de uma cultura sustentável na construção civil, a preservação do meio ambiente e, especialmente, o emprego das boas práticas. Buscamos, neste trabalho, dar o primeiro passo de muitos no desenvolvimento sustentável da construção civil para São João del-Rei e região. Almejamos criar um círculo virtuoso, que a cada ciclo mais pessoas façam uso e evoluam como empresa, sociedade e ser humano", afirma.

Ao longo do trabalho, os alunos se mostraram aplicados e proativos, buscando sempre o melhor conteúdo e aproveitando ao máximo o conhecimento e experiência adquiridos. Nesse cenário, buscando aplicar os conceitos de sustentabilidade aprendidos nas caminhadas acadêmica e profissional, os alunos pesquisaram, estudaram e desenvolveram uma série de boas práticas que podem ser empregadas no dia a dia da construção civil.

Para o Prof. Edgar Mattos, o objetivo maior do programa  foi fomentar o desenvolvimento sustentável. " O que buscamos neste trabalho foi fomentar o desenvolvimento sustentável, mostrando que com aplicação de boas práticas, gestão e planejamento consegue-se retorno econômico, aumento da qualidade e níveis positivos de segurança do trabalhador. Na elaboração tivemos sempre como foco o tripé da sustentabilidade – Social, Ambiental e Econômico. Nenhuma prática se sustenta se os três pilares não estiverem em constante equilíbrio. Faço analogia a uma balança de três pratos, onde os pesos oscilam e que para manter o equilíbrio os demais pratos devem-se reorganizar"' , conclui.

Antenado e buscando sempre o desenvolvimento sustentável, o Grupo Afya é signatário do Pacto Global ante a Agenda 2030. Esta iniciativa foi promovida pelas Nações Unidas com o intuito de engajar empresas na adoção dos princípios universais relacionados a responsabilidade social, direitos humanos e preservação do meio ambiente.

Em consonância com a Agenda 2030 da ONU, o P3R’s aplicou conceitos deste Pacto Global, pois guarda relação com a maior dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Contudo, ressalta-se que o programa impacta de modo mais forte e direto em cinco dos dezessete ODS, sendo eles: 6 – Água Potável e Saneamento, 9 – Indústria, Inovação e Infraestrutura, 11 – Cidades e Comunidades Sustentáveis, 12 – Consumo e Produção Responsáveis e 13 – Ação Contra a Mudança Global.

A apresentação do programa P3R’s ocorreu de maneira remota e contou com a participação dos alunos da disciplina e de professores convidados. A banca foi composta pela Professora Mayara Haddad e pelos Professores Rômulo Viegas (convidado externo), Francisco Aristides e Edgard Mattos.

Para Mayara Haddad, coordenadora do NEUNI, Núcleo de Empreendedorismo do UNIPTAN, o projeto tem muito a contribuir com a comunidade externa, " Fiquei bastante impactada com o trabalho apresentado! Fico feliz em ver os alunos dos UNIPTAN despertando para questões como sustentabilidade, limite do planeta e Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. O projeto integrador foi de excelência e tem muito a contribuir com a comunidade externa! Professor e alunos estão de parabéns!!!”, relata.

Em compromisso assumido, a Turma 2017.1 – Engenharia Civil subscreve o seguinte texto:

Sabemos que boas práticas ficaram para trás e que falta farão, não nos lamentaremos. Temos a convicção que não faltarão parceiros que acreditem no nosso projeto e que conseguiremos criar uma corrente evolutiva que se retroalimente.

Buscamos neste trabalho dar o primeiro passo de muitos no desenvolvimento sustentável da construção civil para São João del-Rei e região. Por isso mesmo, sabemos que em breve será lançado o P3R’s - 2ª Edição. O próximo projeto poderá ser desenvolvido por nós ou por outros grupos que virão, mas isto pouco importa. O que almejamos é criar um círculo virtuoso, que a cada ciclo mais pessoas façam uso e evoluam como empresa, sociedade e ser humano.

Assumimos o compromisso de promover o desenvolvimento sustentável, seguiremos aplicando, desenvolvendo e disseminando as práticas e conceitos aqui organizados.

Ser sustentável gera resultados!

Turma 2017.1 – Engenharia Civil, UNIPTAN.

A versão final do projeto está passando por uma revisão textual e em breve será disponibilizada a toda comunidade acadêmica, gestores públicos, empreendedores e demais geradores de São João del-Rei e região.


Fonte: