às 16:44:00

Enem 2021: dicas para a reta final até a prova.

Falta pouco mais de um mês para o Enem 2021. A tensão aumenta, o tempo parece não passar, as noites sem dormir tornam-se mais frequentes e você só pensa nas merecidas férias que vai ter após realizar a prova. Bom, tudo isso é natural que aconteça, mas não é saudável. Pensando nisto, escrevemos este artigo com o último cronograma divulgado pelo Inep e duas dicas para te ajudar nessa reta final. Confira!

Meditação para alívio da ansiedade

Com a cabeça tão cheia de informações e expectativas, sugerir a um estudante que ele deve esvaziar a mente chega a ser uma piada. Porém, o erro na verdade está na crença de que meditar é efetivamente pensar em nada.

Monja Coen, referência para muitos praticantes do budismo no Brasil, diz que meditar, fruto da palavra indiana zen, é buscar autoconhecimento. Há também quem entenda a prática como um método de relaxamento que pode ser atingido por diversos caminhos, como o próprio zazen, entre outras.

Uma destas técnicas é o mindfullness. Nesse tipo de meditação, você deve se sentar em uma posição confortável e em um ambiente sem distrações. Caso prefira, pode também colocar algum som ambiente que possa te afastar dos barulhos exteriores, vindos das pessoas e dos carros passando na rua. Depois de encontrar um lugar e um momento agradáveis, você fechará os olhos e se concentrará em um ponto: a forma como o ar entra pelo seu nariz, os batimentos do seu coração, etc.

“Ainda estou com pensamentos em espiral”. Calma, pequeno gafanhoto! Já vamos chegar nessa parte. O relaxamento não é atingido de imediato. Após sentar-se confortavelmente e concentrado em uma só atividade do seu corpo, os pensamentos continuarão.

Mas, em vez de parar neles e julgá-los ou pensar que eles são uma distração e que por isso você não conseguirá meditar, deixe que eles passem. Logo os pensamentos começarão a ir e vir sem que você se atenha a eles e, a partir daí, sua mente entrará em um estado de tranquilidade, bem parecido com a sensação de estar prestes a dormir. Pode ter certeza de que praticar a meditação é melhor do que brigar com o relógio em noites de insônia.

 Acesse a nossa playlist Concentração ao som da natureza.

Documentários para aprender enquanto descansa

Quem nunca teve uma resposta na ponta da língua porque havia escutado sobre o assunto em algum programa de TV ou filme? A nossa memória, ou seja, a nossa capacidade de adquirir conhecimentos, armazená-los e de recuperar informações antigas funciona de uma forma fascinante.

Várias partes do cérebro, às vezes simultaneamente, são responsáveis pela confecção e organização de nossas memórias. No entanto, uma vez que elas pertencem a regiões diferentes, algumas são de curto prazo enquanto outras podem perdurar pelo resto da vida.

As informações necessárias para responder questões de múltipla escolha, em sua maioria, são denominadas declarativas: memórias que vivemos conscientemente. Por mais que pareça estranho, estas se referem tanto a você saber que a capital da Colômbia é Bogotá e a lembrar da sua festa de aniversário de três anos.

Nesse sentido, quando consideramos que a seção de atualidades do Enem costuma ser uma caixinha de surpresas, todo e qualquer conhecimento adquirido ao longo da vida torna-se relevante. Até porque, a vida não é fragmentada como as matérias da escola e lembrar-se de um dado pode desencadear uma série de reflexões que te levarão à resposta da pergunta. E é aqui que os documentários surgem como preciosidades de aprendizado.

Documentários são produções cinematográficas não-ficcionais. Isto é, filmes que tratam de fatos reais, sem a interpretação de atores, aproximando-se bastante do jornalismo investigativo. Hoje, as plataformas de streaming estão recheadas de documentários, inclusive, alguns de curta-metragem, que não demoram nem 30 minutos. Vale a pena conferir e, depois, comentar com amigos e familiares sobre os assuntos abordados. Afinal, a repetição auxilia a memorização.

Caso ficar em frente a uma tela após horas de estudo não seja a sua escolha de descanso, há outros jeitos de aprender se divertindo. Jogos de tabuleiro, como Perfil, Quest e Scrable são ótimas opções para continuar aprendendo enquanto relaxa e desfruta de um momento em família. Os dois primeiros têm perguntas que envolvem geografia, história, ciências e arte; já o terceiro vai te ajudar a aprender palavras novas, a como soletrá-las e a pensar em sinônimos na hora da redação. Experimente!

Anote na sua agenda

Em suma, nós esperamos que nesta reta final a sua agenda tenha mais momentos de descanso do que de estudo. Isso não quer dizer que você deva abandonar completamente os livros e se apropriar do sofá da sua casa. Na prática, o ideal é que os seus dias tenham um pouco de cada, com horas suficientes para um sono verdadeiramente reparador.

Além de dormir pelo menos oito horas por noite, revise os conteúdos que você tem mais dificuldade ou aqueles que ficaram de lado, visto que não é possível aprofundar em todos os assuntos. Por exemplo, se você já está craque na Segunda Guerra Mundial, mas ainda tem dúvidas sobre as revoltas que irromperam durante a República Oligárquica brasileira, dê uma atenção maior a este último período histórico.

Por fim, não se esqueça de que a ansiedade é a sua maior inimiga e que ela pode te levar a autossabotagem. Então, dedique parte das próximas semanas às dicas que nós demos lá em cima para que você esteja 100% bem no dia da sua prova.

Aliás, falando em datas, anote a do seu Enem aí:

Enem regular: 21 e 28 de novembro

Enem para isentos em 2020 e PLL: 9 e 16 de janeiro de 2022

E nunca é cedo demais para um checklist:

1- É obrigatório o uso de máscaras de proteção facial durante toda a aplicação.
2- São aceitas apenas canetas esferográficas de tinta preta, fabricadas com material transparente.
3- Você deve guardar quaisquer aparelhos eletrônicos, a sua declaração de comparecimento e outros pertences não permitidos em um envelope porta-objetos, antes de entrar na sala de provas.
4- É obrigatório manter o envelope porta-objetos lacrado até a saída definitiva do local de provas.
5- Só pode começar a prova após a autorização do aplicador exame.

Quando sair o resultado, você também pode utilizar a sua nota do Enem para ingressar no UNIPTAN.

Boa prova!!


Fonte: