às 09:27:00

Reitora do UNIPTAN é homenageada com nome do primeiro coletivo estudantil do UNIPTAN

O coletivo feminino Maria Tereza Gomes de Almeida Lima já conta com a participação de várias alunas dos cursos de graduação do UNIPTAN e está atrelado ao projeto de extensão Ser Mulher.

Na última segunda-feira (03), a reitora do UNIPTAN Maria Tereza Gomes de Almeida Lima ,  recebeu representantes do primeiro coletivo estudantil da instituição, para formalizar o convite de apadrinhamento da reitora à organização estudantil.

O convite foi feito pelas representantes do Coletivo Feminino, Raphaella Abreu, aluna do curso de Direito e Ana Claudia Lima, coordenadora de extensão, respectivamente a presidente e a coordenadora da organização estudantil. Na ocasião, Maria Tereza foi informada que devido a sua história de sucesso profissional, as integrantes do coletivo escolheram o seu nome para batizar o coletivo.

Em um breve relato sobre sua trajetória, podemos destacar que a sua carreira teve início aos 17 anos, como secretária no supermercado do seu pai, o que considera ter sido um dos maiores ensinamentos que ele já lhe deu: o amor pelo trabalho e por fazer a diferença. 

Foi aluna de graduação no curso de Letras na Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Seguindo o caminho da educação, foi aprovada em concurso para lecionar em turmas de ensino fundamental e médio da rede pública.

Iniciou o mestrado na Universidade Federal de São João del Rei. Logo foi contratada pela escola particular Frei Seráfico e também pelo UNIPTAN. Foi professora de Língua Portuguesa do curso Normal Superior. Posteriormente, concluiu seu doutorado na UFMG. Após, tornou-se diretora acadêmica do UNIPTAN. 

Durante sua carreira, foi vencedora de diversos prêmios, dentre os quais se destaca: Educador Nota 10 da Fundação Victor Civita, o maior e mais importante Prêmio da Educação Básica brasileira, ficando entre os 10 melhores professores do país. 

O Coletivo Feminino Maria Tereza Gomes de Almeida Lima já conta com a participação de várias alunas dos cursos de graduação da instituição e está atrelado ao projeto de extensão Ser Mulher, que pretende articular mulheres em torno de temáticas relevantes ao universo feminino, promover o empoderamento e realizar oficinas, palestras e debates acerca de variados assuntos.

Se interessou e quer fazer parte do coletivo? Basta acessar o formulário e se cadastrar:  https://forms.gle/vt7VpzZc8Cg2jUY76


 


Fonte: